segunda-feira, junho 30, 2008

Um post há muito merecido dedicado a todas as crianças


Quem são as novas crianças? Quem são os seres que estão a encarnar em nossas casas? E que com toda a sua luz nos abrem as janelas de casa?
São as crianças com o coração tão grande como os seus olhos que servem para absorver e observar ( não será por acaso que estas palavras são tão parecidas) tudo o que se passa à sua volta. São as crianças ternas, meigas, pacificas que têm agora 5/6 anos que adoram a Natureza, que não conhecem tão bem a linguagem da razão como a linguagem do coração. São as crianças que dá vontade de pegar, de dar colo, de aconchegar. São as crianças que criam empatia com todos e que nos vêm ensinar a verdade “Somos Todos Um”. São as Crianças Cristal.
São as crianças que têm um coração de guerreiro, que acreditam com toda a força naquilo que o seu coração lhes diz. São meninos-coragem com o dom da mudança, com a coragem de sacudir todos os tapetes da nossa casa. São as crianças que não se contentam com um “porque sim” e muito menos com um “porque não”. São as crianças que questionam os nossos dogmas, que desafiam os nossos limites, que nos poem novos espelhos em frente aos nossos rostos. São as Crianças Indigo.
São as crianças- sol que sorriem a cada olhar que se cruza com o deles. São as crianças que respeitam a Verdade acima de tudo. São as crianças que entram nos nossos quartos escuros e despertam-nos do nosso sono e levando-nos com eles para descobrir um Mundo Novo. São as crianças sorrisos, as crianças que é impossível não se sentir a sua presença, tal como cada manhã traz a certeza do sol. São as crianças em que cada alma é transparente porque à luz do seu coração nada pode ser escondido, disfarçado. São as Crianças Douradas.

E em tudo, estas crianças são as benções dos Seres de Luz sobre Nós. E eu sinto-me grata por cada criança presente na minha vida, porque independentemente da cor da sua aura, é na alma de cada criança que germina a semente de uma Nova Terra.
Grata, meus queridos, a todos vocês e a cada um em especial.
Um abraço muito apertadinho à Gotinha de Prata, ao Guerreiro Silencioso e à Estrela no Coração.

6 comentários:

Sara Teixeira disse...

Ó que delícia para a minha Alma!!! Obrigada eu, pela vossa presença na minha vida :)
Bjos cheios de sorrisos de sol

Vagas Soltas disse...

De outra forma, simplesmente não faria sentido! Parabens pelo Blog.

Monica disse...

São crianças especiais.

Beijinhos de luz

Graça Paz disse...

Adorei ler!Calculo que sejam os seus filhos na foto!?não existem nada que nos encha mais o coração do que os nossos filhos e todas as crianças em geral!parabens Susana pela bela concepção!
Um bj

Graça

Dra. Ana Paula Vet Home Care disse...

Sou una pessoa índigo mas tenho receio da falta de compreensão das pessoas. Me rotulam de esquisita. É possivel existir adultos índigo tb?

Levyna Guerra Abrantes disse...

Que texto lindo você escreveu! Esse texto é poético, você não fez apenas uma publicação num blog, fez uma poesia. Parabéns. Descobri ano passado sobre o tema Índigo e cada vez mais sinto interesse pelo tema, ainda mais quando descobri que sou Índigo e meu pai também.